Do conforto ao estilo industrial: Escritório Lufthansa Brasil

Já percebeu o quanto o espaço em que trabalhamos contribui para nossa produtividade? A Lufthansa no Brasil é uma das pioneiras nesse movimento. Com a mudança para uma nova sede em São Paulo, a companhia desejava um espaço baseado em cinco pilares: setorização, uso de áreas open space somente nos locais adequados, utilização de ambientes flexíveis, aproveitamento da volumetria proporcionada pelo do pé direito duplo e uso de materiais com linguagem industrial.

Foi através destes conceitos que o escritório AFGR alçou um voo mais alto apostando no que há de mais avançado em soluções corporativas e ambientes de trabalho. “A setorização dos espaços foi fundamental para o desenvolvimento do projeto, ela ajudou a definir onde utilizaríamos o conceito open space e onde teríamos espaços mais fechados. Como a empresa alugou as quatro salas do andar, pudemos unificar toda a laje, porém a recepção e hall dos elevadores acabou dividindo todo o escritório. Nós nos inspiramos no estilo industrial, pois tem tudo a ver com o ramo de atuação do cliente. Também procuramos utilizar referências que remetessem à aviação, como containers e chapas perfuradas, que lembram a fuselagem das aeronaves”, afirma Glauco Vitor Dias, da AFGR Arquitetos.

Todo o andar térreo é ocupado pelos colaboradores, enquanto o mezanino superior contém as salas de reunião. Desta forma, é possível a troca de informações entre funcionários, que estão todos em um mesmo andar. As áreas open space foram colocadas somente nos setores onde eram permitidos o seu uso. Alocamos o convívio próximo à sacada, pois seu uso pode ser integrado em caso de confraternização.

Todas as cadeiras dos colaboradores são iguais, facilitando possíveis alterações de layout. Há ainda uma mesa para quatro posições flexíveis que são utilizadas por fornecedores externos ou para um bate-papo informal. Um ponto importante para o sucesso do projeto era também buscar a satisfação dos colaboradores e a empresa optou pela realização de teste cego, com várias marcas, e a Cavaletti Air foi a escolhida. “A isonomia era um ponto-chave. Todos deviam ter cadeiras iguais ou pelo menos muito semelhantes, e eles aprovaram o conforto e uso já no teste”, confirma Dias.

Já na sala de reunião a cadeira escolhida foi a Cavaletti Flip, modelo com assento rebatível que permite uma grande flexibilidade quanto a configuração do espaço, além da praticidade quanto ao empilhamento horizontal quando necessário. Na recepção, a escolha foi pela poltrona Cavaletti Stretch que une materiais como aço, madeira e revestimentos nobres na mesma peça. A cadeira, de assento mais baixo, proporciona uma mudança de postura. compondo ambientes com muito estilo e ergonomia.

 

Ficha Técnica: 

Projeto: Lufthansa
Projeto Arquitetônico: AFGR Arquitetos Glauco Vitor Dias, Aie Tombolato, Renato Mendonça e Fabio Frutuoso
Representante: KW Keyword
Fotos: Mariana Orsi


  • Do conforto ao estilo industrial: Escritório Lufthansa Brasil
  • lufthansa
  • lufthansa2
  • lufthansa3
  • lufthansa5
  • lufthansa4
  • lufthansa6
  • lufthansa7
  • lufthansa8
  • lufthansa9